Começar a andar

IMG_20150526_111605346_HDR

Toda mãe e pai já devem ter ouvido esse tipo de comentário:

“O filho de fulano é um mês mais novo que o seu e já anda, porque o seu não anda ainda?”

Não leve em conta esse tipo de comentário, porque não podemos e nem devemos comparar os nossos filhos com outras crianças, muito menos ficar encucado com essas diferenças no aprendizado, porque cada criança tem o seu tempo para desenvolver cada nova etapa, e às vezes passa rápido por uma etapa e demora um pouco mais em outra, sejam elas sentar, engatinhar, andar, sair das fraldas ou mesmo falar.

Meu filho aprendeu a se sentar sozinho com 6 meses, logo começou a engatinhar de barriga e ficou um bom tempo assim, até que ele começou a engatinhar de joelhos e um pouco antes de fazer 1 ano ele já andava, dentro de casa ele dava pequenos passos do sofá para o rack, e às vezes engatinhava um pouco, mas depois disso ele não queria mais ficar no colo e nem engatinhar, ele queria ficar andando segurando nas nossas mãos, e aí aja coluna!

Nós até comentamos com o pediatra dele, pois víamos crianças menores que ele já andando e ele ainda segurando em nossas mãos, e ele sempre nos tranquilizava dizendo que era normal, pois o período normal para a criança andar vai até 1 ano e 6 meses.

Meu filho arriscou os primeiros passos sozinho quando tinha 1 ano e 3 meses, nesse dia tinha uma consulta médica, estávamos na sala de espera do consultório e meu filho começou a andar sozinho e sem apoio e meu marido o acompanhava de perto, ele andava meio desajeitado, tentava uma corrida mas não tinha ainda aquela malícia na hora de parar, e neste dia ele caiu feio e bateu a boca no chão. Ele travou essa etapa de andar, voltando a engatinhar por alguns dias, depois voltou a andar segurando a nossa mão e não soltou mais, foi onde comentei com o meu marido que agora nosso filho teria que conquistar a confiança novamente para se soltar e andar sozinho.

E num belo dia fomos almoçar na casa de um amigo, no quintal da casa tinham 2 vasos grandes separados um do outro, meu filho começou a andar sozinho de um vaso para o outro, quando de repente sem ninguém esperar, ele começou a ir para outro vaso um pouco mais longe e se soltou, começou a andar sozinho, nós nem acreditávamos, o pessoal todo que estava lá fez uma festa ao ver ele andando sozinho, mas ainda esperamos o dia seguinte para ver se realmente ele tinha se soltado, e deu tudo certo.

Uma coisa que eu tenho aprendido muito na maternidade é esperar o tempo da criança, nenhuma criança é igual à outra, assim como nós adultos não somos iguais, cada um tem seus pontos fortes e suas inseguranças, e cada uma delas terá o momento certo para ser vencida, por isso estimule seu filho, mas deixe-o viver o momento dele!

Se você gostou, curte, comente e compartilhe!!

 

Beijos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s